sexta-feira, 3 de abril de 2015

A vida me ensinou



A vida me ensinou a amar sem medidas,
A espera sempre um sorriso, quando as possibilidades eram remotas,
A admirar o por do sol,
As flores do jardim,
As aves a procura de seu abrigo quando a noite chegar,

A vida me ensinou tantas coisas simples, mas que sempre faz a diferença quando os dias são difíceis,
Quando o mundo desaba em sua frente apenas feche os olhos e lembre, do sorriso que te foi oferecido,
Do por do sol que é único a cada dia e que seus olhos tiveram a oportunidade única de presenciar.
Do perfume das flores que alcançam o coração,

Deus nos da tudo que precisamos,
Mesmo quando tudo pra gente parece perdido,
Sempre existe a promessa de um amanha,
De uma nova oportunidade de ter tudo que nos faz verdadeiramente feliz.

Não queira tudo do mundo,
Queira apenas um dia após o outro,
E aproveite a felicidade em sua volta ainda que tudo pareça perdido, existe uma flor, um sorriso, um novo amanhecer e conseqüentemente um por do sol lindo,
Presente divino pra aliviar seu sofrimento momentâneo,  


Abraço.

Será sempre como da primeira vez


A gente sempre se encontra
E é como da primeira vez
Teu olhar ainda me sufoca
Faz o meu coração bater
Tua voz me estremece
Quero de novo te ter
Acordando em teus braços

Cantando canções
Baixinhas ao pé do ouvido para me comover
Ainda sinto o gosto dos teus beijos
Ainda guardo o mais especial que era o de bom dia
Ainda sinto suas mãos em meu peito
Ainda sinto o calor do teu corpo
Aquecendo meus pés e minhas mãos frias

Toda noite.
Ainda vejo o teu sorriso
Que me tirava qualquer mau humor
Mesmo nós dois hoje
Fugindo um do outro
Procurando outros amores,
Sempre quando nos encontramos
Será como da primeira vez. 

Constatação


O fato é, que a vida será sempre uma despedida, que por mais que buscamos nas ilusórias distrações cotidiana, estamos sempre em constante despedida.
São amores, paixões são amizades que perdidas não voltaram mais.
Vivemos com a constante ilusão que sempre haverá um amanha! E o amanha não se sabe, não pertence a nos. Somos apenas visitantes neste mundo que insistentemente acreditamos ser nosso.

O fato é, que fazemos da vida uma constante reta e não importamos com as perdas que ficam pelo caminho. Acreditando que algo melhor vira, deixamos pra trás momentos que talvez não se repita. Na verdade não fomos preparados pra receber o que gentilmente a vida nos oferece! Há sempre uma meta a seguir, um alvo a alcançar, e a felicidade que podemos ter hoje, deixamos pra amanha! E quem de nos sabe o que o amanha nos reserva; se levantares pela amanha, se viveremos mais um dia, se teremos a oportunidade de olhar nos olhos das pessoas que amamos mais uma vez. Há um verso de uma canção que diz “a vida é uma escalada”, e de fato é; e aos que chegam ao topo percebem que estão só que não tem ninguém á  sua espera, porque em todo estante não se permitiram ter alguém que pudesse lhe acompanhar na escalada.
Não mudamos o que passou mais é sempre tempo de perdoarmos erros, rever conceitos, e recomeçar com mais inteligência.

O passado bate a porta

 Tudo na vida passa.
E quando olhamos pra tudo que fizemos,
Sempre fica a sensação de que perdemos alguma coisa.
E descobrimos que as coisas mais simples, são aquelas que fazem falta em nossas lembranças.
Descobrimos que pra chegar onde desejamos escolhemos abster, de um abraço, ignorar um sorriso, e rejeitar o amor de quem nos oferece.
Se em suas escolhas têm faltado as coisas simples da vida, reflita em tudo que tens feitos, nunca deixe de lutar pelo que deseja, mais não faça de seus sonhos a principal prioridade de sua vida.
Não admita olhar pro passado imaginado no que poderia ter sido.
Faça do presente a melhor lembrança que terás.
Por que no fim é tudo que nos resta de verdade.