sexta-feira, 3 de abril de 2015

Será sempre como da primeira vez


A gente sempre se encontra
E é como da primeira vez
Teu olhar ainda me sufoca
Faz o meu coração bater
Tua voz me estremece
Quero de novo te ter
Acordando em teus braços

Cantando canções
Baixinhas ao pé do ouvido para me comover
Ainda sinto o gosto dos teus beijos
Ainda guardo o mais especial que era o de bom dia
Ainda sinto suas mãos em meu peito
Ainda sinto o calor do teu corpo
Aquecendo meus pés e minhas mãos frias

Toda noite.
Ainda vejo o teu sorriso
Que me tirava qualquer mau humor
Mesmo nós dois hoje
Fugindo um do outro
Procurando outros amores,
Sempre quando nos encontramos
Será como da primeira vez. 

Nenhum comentário: