quinta-feira, 22 de maio de 2014

Estudo sobre a Mordomia do Pensamento


Boa tarde amados, demorei um pouquinho mais consegui terminar esse estudo! Quero compartilhar com vocês um artigo que eu fiz baseado na ministração do pastor Gideão França, que pastoreia a igreja onde eu congrego, esse artigo fala sobre a mordomia que exercemos durante a nossa vida terrena. A bíblia fala em alguns livros do novo testamento sobre os mordomos e sua importância na vida dos seus patrões, porque são eles que zelam pelos bens que os donos conseguiram a vida toda. Esse estudo é muito importante e interessante para a nossa vida pessoal, profissional e familiar já que Deus nos deu vida, livre arbítrio e bens terrenos para cuidar mesmo que eles sejam poucos ou simples um dia teremos que prestar contas deles, da maneira como cuidamos e de como fizemos eles multiplicarem ou não.O mordomo é a pessoa escolhida para cuidar de algo que não é seu, e os mais conhecidos mordomos da bíblia são: Abraão, José, Moisés, etc. 
A bíblia fala que Deus conhece os nossos pensamentos sejam eles bons ou maus (Sl. 139:1-2, Sl. 19:14, Gn. 6:5, Pv. 15:26) e temos o livre arbítrio para cuidar e vigiar deles da maneira que acharmos necessária, sem esquecer que prestaremos contas deles depois, mais, devemos vigiar nas coisas que pensamos não apenas por medo de ter que pagar por eles um dia, mais sim, para ficamos mais perto de Deus e buscarmos a santidade a cada dia mais. Tudo o que pensamos  surgem através dos cinco sentidos físicos (audição, olfato, paladar, tato e visão), mais, o sentido que provoca todos os tipos de sentimentos e pensamentos é a visão, através dela podemos ter uma mente pura ou impura dependemos do que vemos. Para termos pensamentos bons devemos nos empenhar em ler, ouvir, e assistir coisas boas e que tragam utilidade para a nossa vida e crescimento espiritual, mais com isso não quero dizer que como cristãos devamos somente ler, ouvir, assistir e escrever coisas relacionadas a nossa religião e a Deus, porque existem bons filmes, livros e musicas que não são gospel e cada cristão tem o seu direito de escolher o que quer ouvir.


Deveres do pensamento

1º Ocupar a nossa mente com coisas boas (Filipenses. 4:8).
2º Ocupar o nosso coração com pensamentos bons (Salmos. 51:10).
3º Programar a nossa mente para pensar coisas boas e úteis (Romanos 12:2).
4º Não deixar a nossa mente ser influência pela mídia ruim, livros indignos, internet  etc., deixar ela ser influência por Cristo, porque a boca fala do que o coração está cheio (Mateus. 12:34).
5º Guardar a palavra do Senhor no nosso coração deixando o nosso pensamento cheio da Palavra de Deus (Salmos. 119:11).
6º Fazer da palavra de Deus um guia para tudo o que formos fazer (Salmos. 119:105).
7º Meditar na palavra e preencher nossa vida com ela para termos um aproveitamento maior dela e para que ela seja manifestada em nós (1º Timóteo. 4:15).
8º Praticar os mandamentos e a palavra que aprendeu de Deus (1 João. 5:2-3).
9º Sempre recordar das coisas que Deus fez por nós e reconhecermos tudo o que ele fez na nossa vida sempre, testemunhando os milagres e bênçãos realizadas para encorajar outros irmãos a não desistirem nos momentos difíceis de sua vida, lembrando a eles e a nós mesmos a não temermos na hora das adversidades (Salmos. 103:2).
10º Deixar o nosso pensamento ser dominado pelo amor de Cristo (Romanos. 5:5).
11º Deixar nossa vida ser dominada pela fé, repreendendo as investidas do maligno e usando a fé crendo no milagre antes dele acontecer.

12º Nosso pensamento precisa ser sempre renovado na presença e na palavra de Deus, ouvindo louvores de adoração a Deus, estudando a sua palavra diariamente, lendo livros cristãos, etc. (Romanos. 12:1-2).

Inimigos do pensamento

1º Diversos tipos de programas, literaturas, músicas, vídeos, que não falam de Deus e não agregam valor a sua vida espiritual e familiar.

2º Fantasias e desejos impuros (ex: desejar a mulher do próximo, pedofilia, necrofilia, pornografia, etc.), seja você casado ou solteiro. Todos esses tipos de desejos e pensamentos pecaminosos nos afastam da presença do Senhor, porque eles são pensamentos parasitas que sugam toda a nossa energia, tempo e viciam a mente como se fosse uma droga.

3º Más conversações, com pessoas que xingam muito, falam coisas vãs, que dão conselhos maus e te ancoragem a fazer coisas erradas, com pessoas desinteressadas de Deus e que tratam a sua obra e a sua palavra relaxadamente.

Conclusão

Sabendo que Deus conhece o nosso pensamento isso já é um motivo para usarmos um filtro neles e controlarmos o que pensamos, para que esse pensamento não vire um desejo e que consequentemente um pecado. Devemos pensar coisas boas e agradáveis para nossa vida, coisas das quais não sentiríamos vergonha se soubéssemos que alguém pode ver e não nos prejudiquem lá na frente, acredito que por mais difícil que seja não pensar coisas maliciosas seja elas contra nós ou contra o nosso próximo com a ajuda do Senhor tudo é possível.

3 comentários:

João Paulo e Priscila disse...

Deus conhece todos os nossos pensamentos. O difícil é manter todos eles puros, nos dias de hoje. Somente em Cristo conseguimos essa vitória. Parabéns !! Que Deus te abençoe !!

Parabéns !! O importante é levar a palavra de Deus para aqueles que necessitam !!

João Paulo
http://debaixodapromessa.blogspot.com

Viviane Almeida disse...

É verdade João Paulo é muito difícil manter os pensamentos puros o tempo todo, porque hoje o mundo tem muitas coisas de influenciam o prazer momentâneo...abraços!

Ismael Brito disse...

A Paz do Senhor Jesus.
Muito interessante as colocações deste estudo.
Que possamos manter nossos pensamentos nas coisas do alto.
Sou seu seguidor e espero contar com sua presença tb em meu blog.

Abraço fraterno
Pastor Ismael
blog - "Aqui eu Aprendi!"