segunda-feira, 3 de março de 2014

O Poço da Tragédia


Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti. Isaías 49:15.

Boa tarde amigos! Hoje quero apresentar para vocês o livro escrito por um blogueiro que eu aprendi a gostar, pois ele tem sua própria opinião e utiliza o seu blog para expressa – lá. O livro se chama O Poço da Tragédia e pelo nome já me interessou, tive algumas dificuldades para começar a ler, porque estava trabalhando em outros projetos que estavam ocupando todo o meu tempo. Apesar de ainda estar no começo do livro, pude perceber que é uma história cheia de intrigas familiares, segredos ocultos, e muitos traumas onde logo no começo temos um pai que morre pela mão do próprio filho, algo que podemos perceber vem acontecendo  constantemente na mídia.
Eu estou gostando do livro justamente por ser um romance que conta histórias reais e não que tenta jogar em cima dos leitores ficções sem fundamentos e sem base nenhuma como muitos escritores de romances fazem. Estou deixando  abaixo uma introdução tirada do próprio livro e escrita pelo autor:
Conflitos, separações, fatalidades e traumas. O romance O poço da tragédia traz à tona algo oculto que, muitas vezes, é encoberto e silenciado pela vergonha. Os personagens principais da história, Ciro, Aída e Gustavo tiveram seus destinos mudados de uma maneira repentina. Acostumados à convivência em família e aos conflitos rotineiros, não imaginariam que o pesadelo ainda ia começar. Apesar de não entendermos os caminhos de Deus, e os porquês de serem permitidas tantas idas e vindas na nossa vida, tantas desventuras, amarguras e sofrimentos, temos que admitir que para tudo existe um propósito nesta terra. (Erlon Andrade).


Beijos e Abraços :)

Nenhum comentário: