sexta-feira, 30 de março de 2012

Para quem acha que tudo são flores


1. A vida não é fácil — acostume-se com isso.


2. O mundo não está preocupado com a sua auto-estima. O mundo espera que você faça alguma coisa útil por ele ANTES de sentir-se bem com você mesmo.


3.Você não ganhará R$20.000 por mês assim que sair da escola. Você não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone à disposição antes que você tenha conseguido comprar seu próprio carro e telefone.


4. Se você acha seu professor rude, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você.


5. Vender jornal velho ou trabalhar durante as férias não está abaixo da sua posição social. Seus avós têm uma palavra diferente para isso: eles chamam de oportunidade.


6. Se você fracassar, não é culpa de seus pais. Então não lamente seus erros, aprenda com eles.


7. Antes de você nascer, seus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por pagar as suas contas, lavar suas roupas e ouvir você dizer que eles são “ridículos”. Então antes de salvar o planeta para a próxima geração querendo consertar os erros da geração dos seus pais, tente limpar seu próprio quarto.


8. Sua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais de ano e tem quantas chances precisar até acertar. Isto não se parece com absolutamente NADA na vida real. Se pisar na bola, está despedido… RUA!!! Faça certo da primeira vez!


9. A vida não é dividida em semestres. Você não terá sempre os verões livres e é pouco provável que outros empregados o ajudem a cumprir suas tarefas no fim de cada período.


10. Televisão NÃO é vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinho ou a boate e ir trabalhar.


11. Seja legal com os CDFs (aqueles estudantes que os demais julgam que são uns babacas). Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar PARA um deles!!!
Autor: Bill Gates

segunda-feira, 19 de março de 2012

Sinais da volta do REI JESUS!!!


Veja que planeta maravilhoso que vivemos, onde tudo é invertido, principalmente valores...


1)              Aborto

Você não pode dar uma palmada no bumbum de seu filho, mas... Pode abortá-lo

Entre as recomendações relativas à América Latina feitas pelo Instituto Guttmacher, que é parceiro Organização Mundial da Saúde, está:

É necessário aprimorar e expandir o tratamento no pós-aborto para reduzir os altos índices de mortalidade 

A base da legislação que permite abortos deve ser ampliada, para reduzir a necessidade das mulheres de recorrer a abortos clandestinos, diz o relatório.

Esse assunto é polêmico? Sim, é, mas...
Vem cá vem? Vamos pensar juntos?
Se liga Zé Mané!!! Transar é bom demais! Mas tudo com responsabilidade!!!

PREVENÇÃO!!! Antes ela, do que o assassinato de bebês!!!




2)       Pedofilia 

Você não pode corrigir e ensinar valores morais a ele, mas ele pode ser abusado sexualmente por pedófilos


Livro “Harmful to Minors: The Perils of Protecting Children from Sex” (Prejudicial para Menores: Os Perigos de se Proteger Crianças do Sexo)



A autora Judith Levine, diz que condena abertamente o fato de que:  “há pessoas que estão promovendo uma agenda cristã conservadora que impedirá crianças menores de idade de terem acesso à expressão sexual”, e acrescentando que “realmente temos de proteger as crianças de perigos reais… mas isso não significa protegê-las de algumas fantasias de sua inocência sexual”.

Fantasias?????????? Caramba!! E crianças têm que ter fantasias sexuais????


Criança tem que brincar!!! Correr, pular!!!
Odeio essa mulher!!!!
Essa redefinição da inocência da infância como “fantasia” é a chave para enfraquecer a definição da perversão da pedofilia.

Valendo-se da linguagem da teoria pós-moderna, aqueles que estão trabalhando para redefinir a pedofilia estão primeiramente redefinindo a infância, afirmando que a “infância” não é uma certeza biológica. Em vez disso, a infância é umainvenção que a sociedade construiu — um objeto produzido pela sociedade durante a história.

Tal desconstrução da infância é produto dos esforços de um movimento de poderososdefensores da pedofilia apoiados por especialistas das universidades e por um grande número de escritores, pesquisadores e editores que estavam dispostos a questionar o que a maioria de nós vê como conduta tabu.

Pensam que para por aí?
Há tantas notícias sobre esses absurdos que daria um livro.
Veja essa notícia que singela:



A Associated Press noticiou que o governo grego expandiu sua lista de deficiências físicas” oficialmente reconhecidas para incluir os pedófilos (e também os que gostam de exibir os órgãos sexuais, os cleptomaníacos e os piromaníacos.



Isso significa que os pedófilos na Grécia estão agora em condições de receber salários por deficiência física, totalmente pagos pelo governo. Eles vão receber não apesar da pedofilia, mas por causa dela.




        3)  Morte aos cristãos 

Olha, vocês sabem eu NÃO tenho religião, mas odeio injustiça!!

Você pode ser lésbica, gay, gls, pedófilo e o escambal, mas não pode ser cristão:




( Cuidado imagens fortes)



Nigéria
80 milhões (50% da pop.) de cristãos


China
67 milhões (5% da pop.)


Índia
31,8 milhões (2,6% da pop.)


Indonésia
21,1 milhões (8,8% da pop.)


Coréia do norte
480 mil (2% da pop.)


Tá bom para você???
Não colocarei mais imagens!!

Afeganistão
30 mil (0,1% da pop)

Paquistão
2,7 milhões (1,6% da pop.)

Egito
4,2 milhões (5,3% da pop.)

Iraque
270 mil (0,9% da pop.)


Mais de 100 mil cristãos são mortos por ano no mundo!!




Cadê as notícias??? Cadê a ONU??? Cadê os direitos humanos???


Ah!!! Para que??? Não, não, não!!!
O que interessa é o sexo com crianças....Os direitos de gays e lésbicas...BBB e seus estupros, a legalização do Aborto!

Esse é nosso adorável planeta!!!
Em que os terráqueos estão fadados a destruição!!
Graças a Deus!!!


http://www.lifesitenews.com/news/meet-the-academics-who-are-trying-to-redefine-pedophilia-as-intergeneration  

terça-feira, 13 de março de 2012

segunda-feira, 12 de março de 2012

Como resistir a tentação

Tentação é algo que faz a gente desejar fazer o que é errado!!!
O mundo oferece para nós coisas que às vezes nos parecem boas, se nós não tivermos firmes na rocha eterna certamente cairemos em tentação como Eva caiu. 
É comum nós dias de hoje os jovens quererem se aceitos pelos outros jovens, e para isso muitas vezes eles precisam fazer coisas que para o Senhor não é certa, como fumar, beber, ir a festas ou boates[...] 
Toda vez que cedemos as tentações do inimigo temos que pagar um preço, e as vezes esse preço é muito alto, então vamos seguir os passos abaixo para não cairmos em tentação.

Na bíblia temos muitos exemplos de jovens que oraram e Deus fez coisas maravilhosas por eles, o mais conhecido é Daniel que servia a Deus, e orava ao Senhor três vezes ao dia, e o Senhor o livrou da cova dos leões.

Quando a tentação vier nos perturbar devemos sempre dizer não, como fez José que servia a Deus mesmo longe de sua casa, ele poderia ter dormido com a mulher de Potifar, mais, não o fez resistindo a tentação.
Esse passo é o que devemos seguir quando todos os outros não resolvem os nossos problemas, e as pessoas ainda continuam nós perturbando para que façamos o que é errado, a bíblia nos diz Fugir da aparência do mal (tessalonicenses 5:22)
Viviane dos Santos Almeida
Tenho 21 ano, e estou no 3º ano do curso de Sistemas de Informação

sábado, 10 de março de 2012

Enquanto isso.....


É difícil olhar para essas cenas e não sentir pena, dor, tristeza, em saber que enquanto algumas pessoas tem muita comida, outras morrem de fome ou comem restos, migalhas que são jogadas no lixo.


O mais triste é ver que as crianças são as que mais sofrem com isso, elas não pediram para nascer, mais tem o direito de viver, muitas dessas crianças não vão viver até os sete para irem a escola.


Esse mundo em que vivemos o que importa é o dinheiro, o poder que o dinheiro trás, muitos esquecem do que já foram, de onde estiveram e deixam o poder subir a cabeça. 


Devemos buscar sempre a Deus porque o fim está próximo!!!!

sexta-feira, 9 de março de 2012

Correndo com Gigantes


"A vida é uma competição que encerra perseverança, paciência fé e compreensão.”
Os heróis do Antigo Testamento e seus ensinos sobre vida e liderança.Outras pessoas já passaram pela vida antes de nós, e é como se estivessem nas arquibancadas de um estádio, torcendo por nós, e oferecendo a sabedoria de sua experiência.
Noé, Ester, José, Moisés, Rebeca, Abraão, Neemias, Davi e Jônatas são os personagens escolhidos pelo autor John C. Maxwel para nos trazer lições valiosas para nosso viver. São 120 páginas tamanho de bolso que com certeza, vale a pena ler".

A Língua que Mata!!!



Pois do que há em abundancia no coração, disso fala a boca (Mateus – 12:34)

Mas,  o que sai da boca, procede do coração,  e isso contamina o homem (Mateus.15:18). 

Como podemos ver nessas passagens  o homem só fala o que tem em abundância no seu coração, e muitos irmãos que estão nas igrejas hoje usam a sua boca para maldizer aos outros irmãos. Há alguns dias resolvi escrever sobre esse tema, percebi que o numero de pessoas fofoqueiras tinha se multiplicado consideravelmente, como se essas pessoas não tivesse suas próprias vidas para cuidar. Fiquei impressionada com esse fato e resolvi alertar os irmãos, até porque nós mesmos podemos acabar fazendo algo assim sem perceber.

 Irmãos amados a fofoca não é coisa de cristão, ela mata o corpo e a alma.

Por isso devemos tomar mais cuidado com as palavras que saem da nossa boca porque elas podem acabar tirando algum irmão dos caminhos do Senhor. Creio que todos que leem o blog são pessoas fies e de coração puro, preparadas para falar do amor de Deus a qualquer pessoa.

Não consigo entender o motivo pelo qual muitos irmãos fazem fofocas, mais aconselho a todos que forem vitimas da língua alheia que não ireis e não vai atrás de quem falou para tirar satisfação. Antes dobre o joelho e ore pedindo a  Deus para  guardar a sua vida da língua dessas pessoas, e ore também pedindo a Deus para  tirar esse espírito da vida dessas pessoas que falaram de você.

 

Meu irmão tome cuidado com o que você fala, porque nossas palavras tem poder, quando Apenas pensamos as palavras são nossas escravas, mas quando falamos somos escravos de Nossas palavras, é bom pensar bem antes de abrir a boca antes que seja tarde demais, pense.
Nisso e que Deus te abençoe.

Viviane dos Santos Almeida
Tenho 21 ano, e estou no 3º ano do curso de Sistemas de Informação

quinta-feira, 8 de março de 2012

A Cabana

“Esta história deve ser lida como se fosse uma oração – a melhor forma de oração, cheia de ternura, amor, transparência e surpresas. Se você tiver que escolher apenas um livro de ficção para ler este ano, leia A cabana.” – Michael W. Smith

Publicado nos Estados Unidos por uma editora pequena, A cabana se revelou um desses livros raros que, através do entusiasmo e da indicação dos leitores, se torna um fenômeno de público – já são quase dois milhões de exemplares vendidos – e de imprensa. Durante uma viagem de fim de semana, a filha mais nova de Mack Allen Phillips é raptada e evidências de que ela foi brutalmente assassinada são encontradas numa cabana abandonada. Após quatro anos vivendo numa tristeza profunda causada pela culpa e pela saudade da menina, Mack recebe um estranho bilhete, aparentemente escrito por Deus, convidando-o para voltar à cabana onde aconteceu a tragédia. 
Apesar de desconfiado, ele vai ao local do crime numa tarde de inverno e adentra passo a passo no cenário de seu mais terrível pesadelo. Mas o que ele encontra lá muda o seu destino para sempre. Em um mundo tão cruel e injusto, A cabana levanta um questionamento atemporal: Se Deus é tão poderoso, por que não faz nada para amenizar o nosso sofrimento? As respostas que Mack encontra vão surpreender você e podem transformar sua vida de forma tão profunda quanto transformou a dele. Você vai querer partilhar este livro com todas as pessoas que ama.

quarta-feira, 7 de março de 2012


Jesus Cristo Homem - 666

Pois muitos virão em meu nome, dizendo: ‘Eu sou o Cristo! ’ 
e enganarão a muitos.
Mateus 24:5

Abençoado, pensa comigo. Seja flexível. Olhe as evidências. 
Você vai ter que chegar a uma conclusão: SE ESTE LIVRO, 
A BÍBLIA, É VERDADE PARA TI. SE ESTÁ É A VERDADE, ENTÃO, EU SOU O SENHOR."
Jesus Cristo Homem
Dr. José Luis De Jesús Miranda




"Deus sempre fala através de um homem. Sua vinda não é misticismo é propósito. 
Jesus de Nazaré veio tirar a lei, a destruir ao diabo, a tirar o 
pecado e a estabelecer um novo pacto. 

Assim mesmo, a segunda vez vem com propósito, não com misticismo.
 Qual é o propósito? Aclarar o oculto das trevas. 
Julgar os segredos dos homens. Vem sem relação 
com o pecado. Confirmar a igreja conforme ao evangelho dado ao apóstolo Paulo. 

Quem te demostrou que tu não és um pecador? 
Quem te demostrou que o diabo foi destruído? 
Que estás salvo sempre salvo? 
Que o número 666 há sabedoria?

Que tens que deixar a Jesus de Nazaré e ser do Outro? 
Quem se atreveu a eliminar os rudimentos da doutrina de 
Cristo, como o batismo e a imposição de mãos?

Quem se atreveu a destapar, que comer um pedaço 
de pão e um pouco de suco de uva na verdade é uma perda de tempo? 

Quem te explicou que o celibato é doutrina de demônios? 
Quem te explicou que o selo do Espírito Santo não é falar em línguas? 

Não há um homem em toda a história de dois mil anos que tenha vindo 
como eu tenho vindo, pregando a Cristo sem relação com o pecado.
Demostrando: Que o pecado foi tirado.
Demostrando: Que tú estás perfeito com uma só oferta. 
Destapando as mentiras destes sistemas religiosos: 
Católico romano e protestante. Eu sou o único no mundo 
que apresenta a verdade do evangelho da incircuncisão.





terça-feira, 6 de março de 2012

Entrevista com Herbet Basílio


Olá Pessoal!

Estamos aqui  mais uma vez nessa tarde maravilhosa para mais uma entrevista, dessa vez nós  estamos entrevistando mais o jovem Herbet que gosta muito escreve artigos sobre política para gente.

Ficha Técnica

Herbet Basílio dos santos.
Membro da igreja Assembléia de Deus
Ex-líder estudantil.
Ex - secretario de formação política do PT.
E atual presidente da comissão provisória do PC do B de São Pedro da Cipa.
Endereço para contato - biblia-em-foco@hotmail.com

Então vamos lá!

     1)    Qual o seu nome Completo?
H: Herbet Basílio dos Santos

     2)     O que você gosta de fazer nas horas vagas?
H: Ler, ver um bom filme, e estar com as pessoas que amo.

     3)    Quem você admira e por quê?
H: Admiro o pastor Emerson Arruda, uma pessoa humilde por quem tenho uma amizade muito grande,  um extraordinário professor de filosofia e teologia, um cara que leva a mensagem de cristo em todo lugar sem fazer acepção de pessoa.

4)    Você tem desejo de fazer missões? Por quê?
H: Acredito que Deus chama cada um de acordo com sua capacidade e ele mesmo capacita aos que ele quer se for à vontade de Deus jamais direi não.

5)    O que você acha sobre o homossexualismo? Comente.
H:  A prática homossexual é condenada por Jesus, nos cristãos devemos seguir os ensinamentos de cristo condenando o pecado.

6)    O cristão pode ser político? Por quê?
H: Sim, o contexto da sociedade exige que tenhamos um maior conhecimento sobre as lei e R - a administração de nossa cidade estado e pais, enquanto cristo não voltar devemos fazer a diferença e na política só o verdadeiro servo de Deus consegue entra e não se contaminar com a corrupção.

7)    O que você acha da política dentro das igrejas?
H: A igreja  e lugar de adoração e louvor a Deus, a igreja não pode se contaminar por ideologia ou grupos partidários.

8)    Você ainda acredita no arrebatamento da igreja?
H: Sim

9)    Se a sua vida tivesse uma trilha sonora qual seria?
H: Um hino chamado o tempo de Deus

10)  O que você achou de ser escolhida para representar uma igreja   inteira nesta festa?
H: Promessas de Deus sendo cumpridas na minha vida.

11)  Livro Preferido?
H: Ele ainda remove pedras.

12)  Deixe uma frase para os nossos leitores:
H: A suprema felicidade da vida é ser amado, por aquilo que você é, ou mais corretamente apesar daquilo que você é.

A idolatria


 “Não temais; vós tendes cometido todo este mal; porém não vos desvieis de seguir ao SENHOR, mas servi ao SENHOR com todo o vosso coração. E não vos desvieis; pois seguiríeis as vaidades, que nada aproveitam e tampouco vos livrarão, porque vaidades são.”  1Sm 12.20,21

A idolatria é um pecado que o povo de Deus, através da sua história no AT, cometia repetidamente. O primeiro caso registrado ocorreu na família de Jacó (Israel). Pouco antes de chegar a Betel, Jacó ordenou a remoção de imagens de deuses estranhos (Gn 35.1-4). O primeiro caso registrado na Bíblia em que Israel, de modo global, envolveu-se com idolatria foi na adoração do bezerro de ouro, enquanto Moisés estava no monte Sinai (Êx 32.1-6). Durante o período dos juízes, o povo de Deus freqüentemente se voltava para os ídolos. Embora não haja evidência de idolatria nos tempos de Saul ou de Davi, o final do reinado de Salomão foi marcado por freqüente idolatria em Israel (1Rs 11.1-10). Na história do reino dividido, todos os reis do Reino do Norte (Israel) foram idólatras, bem como muitos dos reis do Reino do Sul (Judá). Somente depois do exílio, é que cessou o culto idólatra entre os judeus.

O FASCÍNIO DA IDOLATRIA. 

Por que a idolatria era tão fascinante aos israelitas? Há vários fatores implícitos. 

1) As nações pagãs que circundavam Israel criam que a adoração a vários deuses era superior à adoração a um único Deus. Noutras palavras: quanto mais deuses, melhor. O povo de Deus sofria influência dessas nações e constantemente as imitava, ao invés de obedecer ao mandamento de Deus, no 
sentido de se manter santo e separado delas.

2) Os deuses pagãos das nações vizinhas de Israel não requeriam o tipo de obediência que o Deus de Israel requeria. Por exemplo, muitas das religiões pagãs incluíam imoralidade sexual religiosa no seu culto, tendo para isso prostitutas cultuais. Essa prática, sem dúvida, atraía muitos em Israel. Deus, por sua vez, requeria que o seu povo obedecesse aos altos padrões morais da sua lei, sem o que, não haveria comunhão com Ele.

3) Por causa do elemento demoníaco da idolatria (ver a próxima seção), ela, às vezes, oferecia, em bases limitadas, benefícios materiais e físicos temporários. Os deuses da fertilidade prometiam o nascimento de filhos; os deuses do tempo (sol, lua, chuva etc.) prometiam as condições apropriadas para colheitas abundantes e os deuses da guerra prometiam proteção dos inimigos e vitória nas batalhas. A promessa de tais benefícios fascinava os israelitas; daí, muitos se dispunham a servir aos ídolos.

A NATUREZA REAL DA IDOLATRIA. 

Não se pode compreender a atração que exercia a idolatria sobre o povo, a menos que compreendamos sua verdadeira natureza.

1) A Bíblia deixa claro que o ídolo em si, nada é (Jr 2.11; 16.20). O ídolo é meramente um pedaço de madeira ou de pedra, esculpido por mãos humanas, que nenhum poder tem em si mesmo. Samuel chama os ídolos de “vaidades” (12.21), e Paulo declara expressamente: “sabemos que o ídolo nada é no mundo” (1Co 8.4; cf. 10.19,20). Por essa razão, os salmistas (e.g., Sl 115.4-8; 135.15-18) e os profetas (e.g. 1Rs 18.27; Is 44.9-20; 46.1-7; Jr 10.3-5) freqüentemente zombavam dos ídolos.

2) Por trás de toda idolatria, há demônios, que são seres sobrenaturais controlados pelo diabo. Tanto Moisés (ver Dt 32.17 nota) quanto o salmista (Sl 
106.36,37) associam os falsos deuses com demônios. Note, também, o que Paulo diz na sua primeira carta aos coríntios a respeito de comer carne sacrificada aos ídolos: “as coisas que os gentios sacrificam, as sacrificam aos demônios e não a Deus” (1Co 10.20). Noutras palavras, o poder que age por detrás da idolatria é o dos demônios, os quais têm muito poder sobre o mundo e os que são deles. O cristão sabe com certeza que o poder de Jesus Cristo é maior do que o dos demônios. Satanás, como “o deus deste século” (2Co 4.4), exerce vasto poder nesta presente era iníqua (ver 1Jo 5.19 nota; cf. Lc 13.16; Gl 1.4; Ef 6.12; Hb 2.14). Ele tem poder para produzir falsos milagres, sinais e maravilhas de mentira (2Ts 2.9; Ap 13.2-8,13; 16.13-14; 19.20) e de proporcionar às pessoas benefícios físicos e materiais. Sem dúvida, esse poder contribui, às vezes, para a prosperidade dos ímpios (cf. Sl 10.2-6; 37.16, 35; 49.6; 73.3-12).

3) A correlação entre a idolatria e os demônios vê-se mais claramente quando percebemos a estreita vinculação entre as práticas religiosas pagãs e o espiritismo, a magia negra, a leitura da sorte, a feitiçaria, a bruxaria, a necromancia e coisas semelhantes (cf. 2Rs 21.3-6; Is 8.19; ver Dt 18.9-11 notas; Ap 9.21 nota). Segundo as Escrituras, todas essas práticas ocultistas envolvem submissão e culto aos demônios. Quando, por exemplo, Saul pediu à feiticeira de Endor que fizesse subir Samuel dentre os mortos, o que ela viu ali foi um espírito subindo da terra, representando Samuel (28.8-14), i.e., ela viu um demônio subindo do inferno. 

4) O Novo Testamento declara que a cobiça é uma forma de idolatria (Cl 3.5). A conexão é óbvia: pois os demônios são capazes de proporcionar benefícios materiais. Uma pessoa insatisfeita com aquilo que tem e que sempre cobiça mais, não hesitará em obedecer aos princípios e vontade desses seres sobrenaturais que conseguem para tais pessoas aquilo que desejam. Embora tais pessoas talvez não adorem ídolos de madeira e de pedra, entretanto adoram os demônios que estão por trás da cobiça e dos desejos maus; logo, tais pessoas são idólatras. Dessa maneira, a declaração de Jesus: “Não podeis servir a Deus e a Mamom [as riquezas]” (Mt 6.24), é basicamente a mesma que a admoestação de Paulo: “Não podeis beber o cálice do Senhor e o cálice dos demônios” (1Co 10.21).

DEUS NÃO TOLERARÁ NENHUMA FORMA DE IDOLATRIA. 

1) Ele advertia freqüentemente contra ela no Antigo Testamento. (a) Nos dez mandamentos, os dois primeiros mandamentos são contrários diretamente à adoração a qualquer deus que não seja o Senhor Deus de Israel (ver Êx 20.3,4 notas). (b) Esta ordem foi repetida por Deus noutras ocasiões (e.g., Êx 23.13, 24; 34.14-17; Dt 4.23,24; 6.14; Js 23.7; Jz 6.10; 2Rs 17.35,37,38). (c) Vinculada à proibição de servir outros deuses, havia a ordem de destruir todos os ídolos e quebrar as imagens de nações pagãs na terra de Canaã (Êx 23.24; 34.13; Dt 7.4,5; 12.2,3).

2) A história dos israelitas foi, em grande parte, a história da idolatria. Deus muito se irou com o seu povo por não destruir todos os ídolos na Terra Prometida. Ao contrário, passou a adorar os falsos deuses. Daí, Deus castigar os israelitas, permitindo que seus inimigos tivessem domínio sobre eles. 

(a) O livro de Juízes apresenta um ciclo constantemente repetido, em que os israelitas começavam a adorar deuses-ídolos das nações que eles deixaram de conquistar. Deus permitia que os inimigos os dominassem; o povo clamava ao Senhor; o Senhor atendia o povo e enviava um juiz para libertá-lo. 
(b) A idolatria no Reino do Norte continuou sem dificuldade por quase dois séculos. Finalmente, a paciência de Deus esgotou-se e Ele permitiu que os assírios destruíssem a capital de Israel e removeu dali as dez tribos (2Rs 17.6-18). 
(c) O Reino do Sul (Judá) teve vários reis que foram tementes a Deus, como Ezequias e Josias, mas por causa dos reis ímpios como Manassés, a idolatria se arraigou na nação de Judá (2Rs 21.1-11). Como resultado, Deus disse, através dos profetas, que Ele deixaria Jerusalém ser destruída (2Rs 21.10-16). A despeito dessas advertências, a idolatria continuou (e.g., Is 48.4,5; Jr 2.4-30; 16.18-21; Ez 8), e, finalmente, Deus cumpriu a sua palavra profética por meio do rei Nabucodonosor de Babilônia, que capturou Jerusalém, incendiou o templo e saqueou a cidade (2Rs 25).

3) O Novo Testamento também adverte todos os crentes contra a idolatria. 

(a) A idolatria manifesta-se de várias formas hoje em dia. Apareceabertamente nas falsas religiões mundiais, bem como na feitiçaria, no satanismo e noutras formas de ocultismo. A idolatria está presente sempre que as pessoas dão lugar à cobiça e ao materialismo, ao invés de confiarem em Deus somente. Finalmente, ela ocorre dentro da igreja, quando seus membros acreditam que, a um só tempo, poderão servir a Deus, desfrutar da experiência da salvação e as bênçãos divinas, e também participar das práticas imorais e ímpias do mundo. (b) Daí, o Novo Testamento nos admoestar a não sermos cobiçosos, avarentos, nem imorais (Cl 3.5; cf. Mt 6.19-24; Rm 7.7; Hb 13.5,6) e, sim, a fugirmos de todas as formas de idolatria (1Co 10.14; 1Jo 5.21). Deus reforça suas advertências com a declaração de que aqueles que praticam qualquer forma de idolatria não herdarão o seu reino (1Co 6.9,10; Gl 5.20,21; Ap 22.15).

Fonte: BEP